Avaliações Recomendadas

×
A sua confiança é a nossa principal preocupação, para que as empresas não possam pagar para alterar as suas avaliações. Saiba mais.
  • 5.0 classificação
    22/4/2014

    Como não amar a Feira Hippie?

    Lembro de frequentá-la desde pequena, com a minha avó, quando íamos comprar bijuterias e roupas de boneca! Hoje, ainda vou de vez em quando à feira, sempre que quero uma bolsa, um cinto, uma sandália, um brinco ou colar baratos. Além disso, sempre caminho pela feira inteira, vendo todas as suas seções, desde sapatos até quadros, bordados, roupas, itens de decoração e comida.

    Como não consigo acordar cedo no domingo (mas recomendo a todo mundo que for à feira e não quiser pegar muito movimento), costumo chegar às 10 horas da manhã e pegar o auge da multidão! Em dias de muito calor, pode ser bem desconfortável, mas normalmente fico tão distraída com a quantidade de coisas à venda que nem me incomodo muito.

    Além disso, a feira muitas vezes tem atrações de rua, música e, uma vez por mês, uma apresentação cultural organizada pelo Conservatório da UFMG.

    Imperdível para turistas (principalmente gringos) e ótimo programa de compras para os belorizontinos!

  • 4.0 classificação
    22/4/2014
    Primeiro a Comentar

    É possível encontrar de tudo na Feira Hippie de BH: flores, arranjos, artigos de decoração, roupas, bijouterias, bolsas, calçados, alimentação, entre outros.

    Eu costumo ir em busca de artigos femininos, as bijus são liiindas e bem baratas!

    Dizem que é uma das maiores feiras de artesanato do mundo e eu não duvido.

    O bacana da Feira Hippie é que diversos artistas mineiros podem apresentarem seus trabalhos e conquistarem um espaço no mercado.

    Indico os petiscos da praça de alimentação da feira, que são ótimos!

    Tudo muito bonito e baratinho, tanto que é bom ir bem cedo porque fica lo-ta-do!

  • 5.0 classificação
    25/4/2014

    A Feira Hippie acontece todos os domingos no coração da cidade de Belo horizonte. Tradicionalmente já faz parte da cultura do povo Belo-horizontino. De uma forma peculiar são oferecidos ao público  uma grande diversidade de produtos  que são confeccionados por artesoes de vários pontos do estado. Abre espaço para novos expositores e artistas exporem seus produtos. Em se tratando da alimentação existem varias barracas com pratos da culinária Mineira. Ocorre também a interação entre os usuários  provenientes de vários estados do brasil.

    • Usuário Qype moises…
    • Lagoa da Prata - MG
    • 6 amigos
    • 15 comentários
    5.0 classificação
    23/12/2008

    Otimo lugar para fazer compras onde tudo é barato, lugar com varios tipos de frequentadores e ponto da noite de sabado, o público mais velho acorda cedo para pegar o início da feira, quando a oferta de produtos e a limpeza é maior.
    Com 5 Reais da pra encher o estomago ali, vale a pena ir so pra conferir o pessoal que frequenta o lugar.
    A Feira Hippie foi criada em 1969 em Belo Horizonte. Ainda então na Praça da Liberdade, a feira servia para que os artistas (hippies, afinal, quase todo mundo era naquela época) vendessem os seus artesanatos.
    A feira foi crescendo e a era dos hippies passou. Quando 1991 chegou, a praça não tinha mais capacidade para abrigar tantas barracas. A Avenida Afonso Pena, a maior da capital mineira, tornou-se o novo endereço e um novo e bem oficial nome foi dado: Feira de Arte e Artesanato da Avenida Afonso Pena. Mas não adianta, todo mundo continua conhecendo mesmo como Feira Hippie.
    Atualmente, o artesanato é apenas mais um dos produtos vendidos nas centenas de barracas. Com o tempo a comida de rua passou a ser o principal atrativo para muita gente. Só de churrasquinhos, caldos, sanduíches e salgados são mais de cem vendedores. E, acredite, em certos momentos do dia, há filas para todos eles.
    Os produtos que lá circulam chegam de diversas regiões do estado. Das peças artesanais do Vale do Jequitinhonha até as roupas de frio do Sul de Minas. No meio disso tudo: quinquilharias, bijouterias, sapatos e homens-estátuas. Dicas: * Quem quer comprar sapatos, bolsas e demais coisas que podem ser feitas em couro, deve entrar pela Av Carandaí/Rua Guajajaras.Quem quer bijuterias, entrar na Av. Álvares Cabral e caminhar para a direita. Para coisas de bebês e roupas, entre na Av. Álvares Cabral e caminhe para a esquerda. Móveis e decoração, comece pela Rua da Bahia.
    A comida você encontra no começo, no meio e no fim.

    • Usuário Qype kkcost…
    • Belo Horizonte - MG
    • 4 amigos
    • 49 comentários
    5.0 classificação
    20/2/2009

    Melhor feira aberta do mundo! Tudo o que vc precisa, de roupas a moveis, passando pela fantastica culinaria mineira, vc encontra la. Imperdivel!

Página 1 até 1